Ap 221m² | Butantã- SP | Cód do leilão: 233/233 Residenciais

Residenciais
0 Habilitações
246
Visitas
0
Lances
Abertura:
Fechamento:
Abertura
Fechamento
(0% de desconto)
Dias
Horas
Min
Seg
Avaliação: R$ 1138000,00
Incremento: R$ 1800,00
Comissão do Leiloeiro: 5,00%
ÁREA ÚTIL
221,00m²
ÁREA TOTAL
436,00m²
DORMITÓRIOS
4 ou +
SUÍTES
2
VAGAS DE GARAGEM
24
Número do Processo: 1007435-74.2016.8.26.0704
Ação: Execução de Título Extrajudicial
Comarca: São Paulo| SP
Foro: Foro Regional XV - Butantã
Vara: 1ª Vara Cível
Juiz: Mônica de Cassia Thomaz Perez Reis Lobo
Autor: Condomínio Edifício Le Corbusier
Advogado do Autor: Sebastiao Antonio de Carvalho
Réu: Tania Regina Guertas
Advogado do Réu: Filipe da Silva Vieira

Informações

“APARTAMENTO Nº 22, localizado no 2º andar ou 7º pavimento do ‘CONDOMÍNIO EDIFÍCIO LE CORBUSIER’, situado na Rua Domingos Lopes da Silva, nº 461, e Rua Anatole de Baudot, na Vila Suzana, 13º Subdistrito Butantã, com a área útil de 220,870m2, a área comum de 214,931m2, e área total construída de 435,801m2, correspondendo-lhe a fração ideal de terreno de 3,1250%, e o direito ao uso de 04 vagas de garagem indeterminadas para automóveis de passeio, com auxílio de manobrista, e ainda o direito ao uso de 1 depósito indeterminado, sendo as áreas incluídas na área de uso comum”.

Documentos

Proposta

Regras para proposta

Na ausência de lances à vista, será admitido o envio de propostas de parcelamento. A oferta de lances à vista registrados no sistema anulará as ofertas à prazo. O interessado em adquirir o bem penhorado por meio de parcelamento, deverá estar cadastrado no sistema e habilitado para o Leilão. A proposta de parcelamento deverá ser encaminhada ao Leiloeiro através do sistema de Leilão Eletrônico, com valor não inferior ao lance mínimo fixado, e conterá o valor a ser ofertado e o saldo parcelado em até 30 (trinta) meses, garantido por hipoteca do próprio bem. Todas as propostas recepcionadas terão o prazo de 24h (vinte e quatro horas) para pagamento, caso o proponente seja declarado vencedor do certame. As demais parcelas, sucessivas e mensais, serão corrigidas mensalmente pelo índice do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (INPC). No caso de atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de 10% (dez por cento) sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas. O inadimplemento autoriza o exequente a pedir a resolução da arrematação ou promover, em face do arrematante inadimplente, a execução do valor devido. Ambos os pedidos deverão ser formulados nos autos da Execução em que se deu a arrematação. Em caso de resolução da arrematação, perderá o arrematante o valor dado a título de sinal em favor do exequente, nos termos do art. 39 da Lei 21.981/32, e será por ele devida a comissão do Leiloeiro. Havendo mais de uma proposta de pagamento parcelado em diferentes condições, estas serão encaminhadas para o Leiloeiro Público, que as submeterá ao Juízo para que decida pela mais vantajosa (assim compreende-se como sendo a de maior valor, maior sinal e menor número de prestações). Se em iguais condições, o Leiloeiro as apresentará em Juízo e o magistrado decidirá pela formulada em primeiro lugar, que será certificada pelo Leiloeiro. Os pagamentos feitos pelo arrematante pertencerão ao exequente até o limite de seu crédito, e os subsequentes, ao executado. A apresentação da proposta não suspende o Leilão. Independente do parcelamento do lance, a comissão do Leiloeiro Público será paga à vista. Ao enviar propostas pelo sistema eletrônico, o licitante declara pleno conhecimento dos termos do presente Edital de Leilão, bem como do art. 895 do Código de Processo Civil. Caso haja o registro de lance no sistema pelo mesmo usuário que enviou a proposta, presume-se a desistência da proposta parcelada, modificando-a para a modalidade de lance à vista.

Habilitação Necessária para envio de propostas

Localização

Rua Domingos Lopes da Silva, 461 - Vila Suzana São Paulo - SP